Merck Sharp & Dohme - Portugal
MSD Portugal Publicacoes MSD
Pesquisa
IntroduçãoAjuda


Imprimir Enviar Artigo

Acidose respiratória


A acidose respiratória é a excessiva acidez do sangue causada por uma acumulação de anidrido carbónico no sangue em resultado de um fraco funcionamento pulmonar ou de uma respiração lenta.

A velocidade e a profundidade da respiração controlam a quantidade de anidrido carbónico no sangue. Normalmente, quando este se acumula, o pH do sangue desce e o sangue torna-se ácido. Os valores elevados de anidrido carbónico no sangue estimulam as zonas do cérebro que regulam a respiração, que por sua vez induzem uma respiração mais rápida e mais profunda.

Causas

A acidose respiratória surge quando os pulmões não expulsam o anidrido carbónico de uma forma adequada. Isto pode acontecer nas doenças que afectam gravemente os pulmões, tais como o enfisema, a bronquite crónica, a pneumonia grave, o edema pulmonar e a asma.

A acidose respiratória também se pode produzir quando as doenças dos nervos ou dos músculos do tórax dificultam o mecanismo da respiração. Além disso, uma pessoa pode desenvolver acidose respiratória se estiver demasiadamente sedada por narcóticos e hipnóticos que abrandam o ritmo da respiração.

Sintomas e diagnóstico

Os primeiros sintomas podem ser dor de cabeça ou sonolência. Quando a acidose respiratória se agrava, a sonolência pode evoluir para estupor e coma, que podem verificar-se imediatamente, caso a respiração se interrompa ou seja gravemente alterada, ou em horas, se a respiração se for alterando gradualmente. Os rins tentam compensar a acidose retendo bicarbonato, mas este processo pode exigir muitas horas ou dias.

Em geral, o diagnóstico de acidose respiratória estabelece-se claramente quando se analisam os valores do pH sanguíneo e do anidrido carbónico nas amostras de sangue arterial.

Tratamento

O tratamento da acidose respiratória tenta melhorar o funcionamento dos pulmões. Os medicamentos que melhoram a respiração podem ajudar a aliviar os pacientes com doenças pulmonares como a asma e o enfisema.
As pessoas que por qualquer razão têm um funcionamento pulmonar gravemente alterado podem precisar de respiração artificial por meio de ventilação mecânica.



Política de Privacidade Termos de Utilizaçao Direitos Reservados © 2006 MERCK SHARP & DOHME PORTUGAL Merck & CO., (USA)