Merck Sharp & Dohme - Portugal
MSD Portugal Publicacoes MSD
Pesquisa
IntroduçãoAjuda


Imprimir Enviar Artigo

Infecções por Pseudomonas


As infecções por Pseudomonas são as causadas por bactérias deste grupo, especialmente a Pseudomonas aeruginosa.

A Pseudomonas constitui a principal causa de duas infecções frequentes, de pouca importância, que podem afectar as pessoas normais e saudáveis: a otite do nadador e a foliculite da banheira. A otite do nadador (otite externa) é uma infecção do canal auditivo externo devida a exposição prolongada à água doce. (Ver secção 19, capítulo 211) Pode ser tratada por gotas de antibiótico que se instilam no ouvido. A foliculite da banheira é uma erupção cutânea formada por pequenas pústulas, algumas das quais podem conter uma gota de pus no centro. O tratamento consiste em manter a pele seca e aplicar de vez em quando uma pomada antibiótica.

As infecções graves por Pseudomonas ocorrem habitualmente nos hospitais e o organismo encontra-se com frequência nas áreas húmidas, como os lavadouros e os receptáculos para a urina. Surge mesmo, de forma surpreendente, em certas soluções antissépticas. As infecções mais graves provocadas por Pseudomonas afectam as pessoas debilitadas cujo sistema imunitário não funciona correctamente em virtude de determinadas medicações, de outros tratamentos ou de uma doença.

As Pseudomonas podem infectar o sangue, a pele, os ossos, os ouvidos, os olhos, as vias urinárias, as válvulas cardíacas e os pulmões. As queimaduras podem infectar-se gravemente por Pseudomonas, conduzindo a uma infecção do sangue que, em geral, se revela mortal.

Sintomas

Os sintomas dependem do local onde se tenha verificado a infecção, mas em regra as infecções por Pseudomonas costumam ser graves. A otite externa maligna, uma afecção do ouvido, pode causar uma dor intensa neste órgão e danificar os nervos e é mais frequente entre as pessoas diabéticas. As Pseudomonas podem causar úlceras no olho desde que entrem nele através de uma ferida, de uma lente de contacto contaminada ou do líquido para as lentes igualmente contaminado. Podem também criar uma infecção a partir de feridas incisas profundas, especialmente aquelas que se verificam nos pés das crianças.

As Pseudomonas podem causar pneumonia aguda nos doentes hospitalizados, em especial naqueles que se encontram nas unidades de cuidados intensivos. Este género de bactéria é também uma causa frequente de infecções das vias urinárias, geralmente em doentes que tenham sofrido intervenções urológicas ou que manifestem obstrução daquelas vias.

As bactérias costumam invadir o sangue dos queimados e dos que têm cancro. Sem tratamento, pode ocorrer uma infecção grave que acabe por conduzir a um quadro de choque e morte. Causa amiudadas vezes uma erupção com áreas de cor negro-púrpura de aproximadamente 10 mm de diâmetro; estas superfícies têm uma úlcera no centro rodeada de rubor e inflamação. A erupção costuma aparecer na axila e na virilha.

Em ocasiões raríssimas, as Pseudomonas infectam as válvulas cardíacas. As pessoas que tenham recebido uma válvula cardíaca artificial são mais vulneráveis; contudo, as válvulas cardíacas naturais também se podem infectar, especialmente entre aqueles que se injectam com drogas.

Tratamento

Quando a infecção permanece restringida a uma área externa, como a pele, o médico elimina cirurgicamente o tecido morto e os abcessos de grande dimensão e, em seguida, inunda a zona com uma solução antibiótica. A otite externa maligna, as infecções internas e as infecções do sangue requerem dias ou semanas de terapia com um antibiótico endovenoso. Por vezes, uma válvula cardíaca infectada pode curar-se com antibióticos, mas habitualmente é necessário efectuar uma intervenção cirúrgica de coração aberto para substituir essa válvula.



Política de Privacidade Termos de Utilizaçao Direitos Reservados © 2006 MERCK SHARP & DOHME PORTUGAL Merck & CO., (USA)