Merck Sharp & Dohme - Portugal
MSD Portugal Publicacoes MSD
Pesquisa
IntroduçãoAjuda


Imprimir Enviar Artigo

Prostatite


A prostatite é uma inflamação da próstata.

Em geral, a prostatite não se deve a uma infecção que se possa identificar, mas, por vezes, uma infecção bacteriana estende-se até à próstata, a partir do tracto urinário.

A infecção da próstata provoca dor na virilha, entre o pénis e o ânus e na parte inferior das costas, bem como calafrios e febre. O doente também pode precisar de urinar com frequência e de forma imperiosa e pode aparecer sangue na urina. A infecção bacteriana pode estender-se ao escroto, provocando intenso mal-estar, edema e dor muito forte quando se toca na zona afectada. Pode-se, inclusivamente, experimentar impotência devido à dor.

A prostatite também pode ser o resultado de infecções por fungos, vírus e protozoários.

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico da prostatite baseia-se geralmente nos sintomas e no exame físico. Quando o médico faz um exame rectal, a próstata pode estar inchada e tornar-se dolorosa ao tacto. Em certos casos, o médico pode obter uma amostra de urina ou de secreção para a sua cultura, fazendo pressão sobre a próstata durante o exame.

Quando a prostatite não é provocada por uma infecção, os banhos de imersão quentes (banhos em que a pessoa se senta), a massagem periódica da próstata e a ejaculação frequente são actividades recomendadas para aliviar os sintomas. Um analgésico, como o paracetamol ou a aspirina, pode ser necessário para reduzir a dor. O facto de tomar laxativos e de beber muitos líquidos também ajuda a aliviar os sintomas.

Quando a prostatite é provocada por uma infecção bacteriana, deve ser administrado um antibiótico oral, como o trimetoprim-sulfametoxazol, durante 30 ou 90 dias. Tomar antibióticos durante menos tempo só pode curar parcialmente a infecção e convertê-la numa infecção crónica.



Política de Privacidade Termos de Utilizaçao Direitos Reservados © 2006 MERCK SHARP & DOHME PORTUGAL Merck & CO., (USA)