Merck Sharp & Dohme - Portugal
MSD Portugal Publicacoes MSD
Pesquisa
IntroduçãoAjuda


Imprimir Enviar Artigo

Outras doenças do escroto


A orquiepididimite é a inflamação do epidídimo e do testículo. Pode ser uma complicação de uma infecção da bexiga, de uma uretrite inespecífica, da gonorreia, da cirurgia da próstata ou de um método como a cateterização da bexiga urinária. O testículo aumenta de volume, dói e pode também estar quente ao tacto. Em geral, há líquido no saco do escroto. O indivíduo também pode ter febre. O tratamento costuma incluir antibióticos orais, repouso, compressas de gelo aplicadas sobre o escroto e um aparelho suspensor que o suporte. Talvez seja necessário recorrer ao paracetamol ou a outros calmantes da dor. Em certos casos, forma-se um abcesso (acumulação de pus) que, ao tacto, é como um volume mole no escroto. O abcesso tem tendência a drenar por si só, mas em determinados casos é necessário fazer uma drenagem cirúrgica.

A parotidite é uma infecção viral que, em geral, afecta as crianças. Se um adulto contrair parotidite, os testículos podem ser afectados. A doença provoca um inchaço doloroso, que pode prejudicar de forma permanente a capacidade dos testículos para produzir espermatozóides.

Um hidrocele é uma acumulação de líquido na membrana que reveste os testículos, que provoca uma tumefacção mole num deles. A doença pode manifestar-se no momento do nascimento ou então desenvolver-se com o passar dos anos. O hidrocele é geralmente indolor, mas o seu volume pode tornar-se tão grande que tenha de se recorrer à extirpação cirúrgica para eliminar o incómodo.

Hidrocele

Um hematocele é uma acumulação de sangue que geralmente aparece depois de uma lesão no escroto. Por vezes, o sangue é reabsorvido sem tratamento, mas os hematoceles de grande dimensão costumam precisar de intervenção cirúrgica.

Um espermatocele é uma acumulação de líquido que contém esperma, localizada mesmo ao lado do epidídimo. Se o espermatocele aumentar muito de tamanho ou se tornar incómodo, acaba por ser removido cirurgicamente.

Um varicocele é uma massa de veias alongadas, grossas e com forma de vermes, localizadas no escroto, muito semelhantes às veias varicosas. O varicocele costuma aparecer no lado esquerdo do escroto e, ao tacto, é parecido com um saco de larvas. A massa torna-se evidente quando o indivíduo se põe de pé, mas, em geral, desaparece quando se deita, porque se reduz o fluxo sanguíneo que se dirige para as veias dilatadas.

Um varicocele pode ser corrigido cirurgicamente se provocar a sensação de que o escroto se encontra incomodamente cheio ou então se a fertilidade diminuir.

Varicocele

Hidrocele


Política de Privacidade Termos de Utilizaçao Direitos Reservados © 2006 MERCK SHARP & DOHME PORTUGAL Merck & CO., (USA)