Merck Sharp & Dohme - Portugal
MSD Portugal Publicacoes MSD
Pesquisa
IntroduçãoAjuda


Imprimir Enviar Artigo

Hipotermia


A hipotermia consiste numa temperatura corporal anormalmente baixa.

A superfície corporal do recém-nascido é grande em relação ao peso, pelo que pode perder calor rapidamente, sobretudo no caso do bebé que nasce com um peso baixo. Em ambientes frescos, a temperatura do recém-nascido tende a baixar. O calor também pode perder-se rapidamente por causa da evacuação, o que pode acontecer quando o recém-nascido está ainda molhado com líquido amniótico.

Uma temperatura corporal anormalmente baixa pode diminuir o açúcar do sangue (hipoglicemia), pode aumentar a acidez sanguínea (acidose metabólica) e inclusive pode ocasionar a morte. O corpo utiliza energia rapidamente com o fim de manter-se quente; assim, quando a criança arrefece, necessita mais oxigénio. Em consequência, a hipotermia faz com que o fornecimento de oxigénio aos tecidos possa ser insuficiente.

Todos os recém-nascidos devem manter-se num ambiente com uma temperatura elevada, para evitar a hipotermia. Este cuidado começa logo na sala de partos quando se seca o recém-nascido rapidamente para evitar a perda de calor por evaporação e se embrulha logo numa manta. Também se coloca um gorro na cabeça para evitar a perda de calor através do couro cabeludo. No caso de a criança ter de estar nua para se submeter a uma observação ou a um tratamento, coloca-se debaixo de um aparelho que desprenda calor.



Política de Privacidade Termos de Utilizaçao Direitos Reservados © 2006 MERCK SHARP & DOHME PORTUGAL Merck & CO., (USA)