Merck Sharp & Dohme - Portugal
MSD Portugal Publicacoes MSD
Pesquisa
IntroduçãoAjuda


Imprimir Enviar Artigo

Prostração causada pelo calor


A prostração provocada pelo calor é um processo devido a uma exposição ao calor durante várias horas, na qual a perda excessiva de líquidos provocada pela sudação causa fadiga, queda da tensão arterial e, por vezes, um colapso.

A exposição a altas temperaturas pode provocar perda de líquidos através da sudação, sobretudo durante a actividade física ou o exercício. Juntamente com os líquidos, perdem-se sais (electrólitos), o que altera a circulação e o funcionamento do cérebro. Como resultado, pode verificar-se prostração. A prostração causada pelo calor parece uma situação grave, mas, na realidade, raramente o é.

Sintomas e diagnóstico

Os principais sintomas são o aumento da fadiga, debilidade, ansiedade e sudação excessiva. A pessoa pode sentir que desmaia estando em pé porque o sangue se acumula (armazena-se) nos vasos sanguíneos das pernas, que se dilatam com o calor. O batimento cardíaco (ritmo) torna-se mais lento e fraco, a pele arrefece, empalidece e toma um aspecto húmido e viscoso e o indivíduo afectado fica confuso. A perda de líquidos reduz o volume de sangue, faz descer a tensão arterial e pode provocar um colapso ou desmaio. Geralmente, a prostração provocada pelo calor é diagnosticada com base nos sintomas.

Tratamento

O principal tratamento consiste em repor os líquidos e os sais (reidratação). Em quase todos os casos, o que é necessário é deitar-se completamente ou recostar-se com a cabeça mais baixa do que o resto do corpo, bem como ingerir bebidas frias e ligeiramente salgadas durante alguns minutos. Por vezes, os líquidos são administrados por via endovenosa.

O facto de se mudar para um ambiente mais fresco também ajuda. Depois da reidratação, o indivíduo costuma recuperar por completo. Se a tensão arterial se mantiver baixa e o pulso continuar a ser lento durante mais de uma hora apesar deste tratamento, deverá pensar-se que a causa pode ser outra doença.



Política de Privacidade Termos de Utilizaçao Direitos Reservados © 2006 MERCK SHARP & DOHME PORTUGAL Merck & CO., (USA)